Odontologia do Trabalho

 

Você sabia que as doenças do aparelho digestivo, o qual inclui a cavidade bucal, estão entre as causas mais frequentes de absenteísmo (falta ao trabalho)?

As doenças do aparelho digestivo, o qual inclui a cavidade bucal, estão entre as causas mais frequentes de absenteísmo (falta ao trabalho) e de limitação para as atividades sociais e ocupacionais. Portanto, há nítida relação com a Odontologia Ocupacional, uma vez que várias doenças se manifestam na boca exigindo que o profissional especialista em Odontologia do Trabalho esteja apto para identificá-las e estabelecer condutas adequadas para assistência e prevenção, a fim de evitar acidentes do trabalho e contribuir para a saúde integral do trabalhador.

A Especialidade foi reconhecida pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO) através da Resolução n° 25 de 16 de maio de 2002 e suas áreas de competência incluem:

– Identificação, avaliação e vigilância dos fatores ambientais que possam constituir risco à saúde bucal no local de trabalho, em qualquer das fases do processo de produção;

– Assessoramento técnico e atenção em matéria de saúde, de segurança, de ergonomia e de higiene no trabalho, assim como em matéria de equipamentos de proteção individual, entendendo-se inserido na equipe interdisciplinar de saúde do trabalho operante;

– Planejamento e implantação de campanhas e programas de duração permanente para educação dos trabalhadores quanto a acidentes de trabalho, doenças ocupacionais e educação em saúde;

– Organizar estatística de morbidade e mortalidade com causa bucal e investigar suas possíveis relações com as atividades laborais;

– Realização de exames odontológicos para fins trabalhistas.

 

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/doencas_relacionadas_trabalho1.pdf

 

http://cfo.org.br/legislacao/codigos/atos-normativos/?num_pagina=198