CFO elabora proposta conjunta para integrar a saúde bucal às ações prioritárias da ONU

O Conselho Federal de Odontologia elaborou ontem, em reunião com entidades representativas da classe Odontológica – Abeno, ABO, ABCD – e a Coordenação-Geral de Saúde Bucal, do Ministério da Saúde, proposta para incluir a saúde bucal na declaração política da Cobertura Universal de Saúde (UHC), da Organização das Nações Unidas (ONU).
Segundo o presidente do CFO, Juliano do Vale, apesar da luta permanente por melhorias para valorização da odontologia nacional, a política de saúde bucal do Brasil é vista como referência internacional. “Em que pese os avanços necessários no âmbito da saúde bucal, a experiência brasileira precisa ser evidenciada na ONU, como forma de contribuir com os desafios globais na busca por melhorias no acesso aos serviços básicos de saúde e ampliação do escopo da atuação odontológica. É preciso fortalecer o trabalho para lidar com Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNTs), o que inclui as doenças bucais”, reforçou.
Por parte do CFO, além do presidente, a reunião contou com a presença do vice-presidente, Ermensson Luiz Jorge; do secretário-geral, Claudio Yukio Miyake; do coordenador da Comissão de Políticas Públicas/Prêmio Nacional CFO de Saúde Bucal, Guilherme Fernandes Graziani; e o membro da respectiva Comissão, Gilmar Trevizam. Representando o Ministério da Saúde participaram: a coordenadora-geral de Saúde Bucal, Rogéria Cristina de Azevedo Calastro; as técnicas da coordenação-geral de Saúde Bucal, Flávia Oliveira e Mariana das Neves Sant’Anna.
Além dos convidados: Vice-Coordenador do Curso de Odontologia e Professor do Departamento de Saúde Coletiva da Universidade Federal do Paraná, Rafael Gomes Ditterich; do membro da Comissão de Ensino da Associação Brasileira de Ensino Odontológico (Abeno), Arlindo Abreu de Castro Filho; do Assessor Científico Internacional da Associação Brasileira de Cirurgiões-Dentistas (ABCD) e Coordenador do Centro de Sustentabilidade na Odontologia do Instituto de Saúde Nova Friburgo, Universidade Federal Fluminense, Cláudio Pinheiro; e Presidente da Associação Brasileira de Odontologia do Distrito Federal (ABO/DF), Luciana Freitas Bezerra.